domingo, 5 de julho de 2009

ESTÁ DIFICIL




Olá amigos,

desculpem a minha ausência, estava á espera que as coisas acalmassem para vos dar novidades boas, mas enfim não sei quando este clima de mau estar vai parar.

Está difícil lidar com o meu filho, sinto que estou a perder a coragem e as capacidades de luta, há momentos de desepero que só me apetece deixar tudo, como eu costumo dizer (desaparecer daqui para fora).
Mas sei que não posso, não os posso abandonar é a minha vida a minha cruz que tenho carregar.

Desculpem o meu desabafo, mas hoje senti que tinha que desabafar com alguém, hoje está a ser um dia difícil para mim.

Ao menos uma novidade boa, o Nuno passou para o 9º ano, com um 5 a religião e moral, com dois 4 a inglês e a educação visual e todo o resto com 3.

Desculpem mais uma vez, mas ás vezes sinto-me sozinha.

Vou passando e escrevendo

Beijinhos de Luz e do tamanho do Mundo

13 comentários:

Cinda disse...

Olá Paula. Tenho passado por aqui e nem sempre também me apetece escrever. Não sei se será por não ter palavras que exprimam os meus sentimentos, ou se não serei capaz de deixar uma mensagem de coragem. Sei que tens sido uma mulher de luta e de muita força, mas nem sempre esses dias estão presentes. Hoje foi a necessidade de deitar cá para fora o que te aperta o coração e dizer ao mundo, que as coisas não são fáceis. Quem sabe se não te fará bem dizser mais vezes??? Sou mãe, e sei o que é lutar por um filho até às ultimas consequências, mas também temos dias em que tudo nos parece inválido. Força minha querida amiga, e coragem porque sei que és capaz, por tudo o que já li neste teu espaço de desabafo.
Um abraço muito forte e Deus está a por à prova a nossa força.
Bom Domingo.

PS: as notas foram boas parabéns.

Linda Simões disse...

Paula,para cada dia basta o seu mal...As mães são pérolas de Deus.Viva o dia de hoje em sua realeza,o Sol sempre nasce,mesmo no pântano.

Força!

Bom domingo e boa semana!

Beijinhos

paula disse...

força paula
por vezes vamos buscar força no fim do mundo...Procura-a na energia divina...
Muita energia positiva para ti...
beijinhos de mta luz
paula padinha

jorge henriques disse...

Olá ,tenho passado por aqui e estranhava o silencio estava para tocar à campainha ....
Há momentos nos nossos percursos de vida que temos necessidade de desabafar ..depois ficamos mais leves e encaramos as situaçôes com as forças renovadas .
Paula deste lado estaremos sempre disponiveis para escutar os desabafos .
Força ,dias melhores virâo tenho a certeza...
ABRAÇO DE AMIZADE
jorge

Mina disse...

Paula
Nem tudo está perdido, pelos menos os resultados escolares foram bons.
E o comportamento, talvez seja o de um adolescente, a passar a fase conturbada das hormonas, o que não é facíl nem para eles nem para nós.
Calma, até poderá ser um bom presságio , porque muitos dos "Aspies", não passam pela fase das saídas da "refilisse", e do confronto com os progenitores.
Se o Nuno está na fase que descrevi, antes considere isso positivo em termos de futuro.
Bjocas

Rita Doroteia disse...

Não desista, Paula! Ser pai e mãe é para toda a vida.....os filhos são sempre nossos.....tenha coragem e força, amanha será 1 dia melhor!!

A esperança nunca deixa o nosso coração, mesmmo que pequenina ela está sempre lá, procure-a a vai conseguir continuar a ajudar o seu filho.

Força!! Acredite, porque tudo vale a pena, pelos nossos filhos...

Rita Doroteia

PDD-NOS (Menina) disse...

Olá Paula, compreendo muito bem o que está a passar, pois também já esperimentei esse sentimento.
Mas como não nos podemos demitir do nosso cargo de Mãe, então só nos resta, respirar fundo e continuar.
Mas como não somos de ferro, também precisamos de ajuda.
Bjs e força Bete

Carecaloira disse...

Paula,

nem sempre tudo pode ser como desejamos.
Apesar de tudo o ano lectivo foi bom, o Nuno teve boas notas, saiu do país e portou-se bem. Como vês nem tudo é mau.
A vida tem altos e baixos, habitua-te a ela.
E já sabes que eu estou sempre aqui.

Beijoca grande

CA disse...

Paula,
Como diz a Marina, são altos e baixos que compõem as nossas vidas...
Força!! És uma Mulher cheia de garra!!!
Beijinho grande
CA

Brancamar disse...

Olá Paula, há dias que li este texto, mas às vezes também a mim as forças me abandonam e já não consigo escrever.
Estou convencida que essa fase que atravessa o Nuno não é senão a fase de rebeldia da sua adolescência, talvez às vezes mais potenciada pela sua diferença, mas nada de grave, acredito pelo contrário que ele acalmará essa sede de autonomia e que estará no caminho certo.
Estamos sempre por aqui para a ouvir, neste caso para a ler.
Beijinhos de amizade, com votos de muita paz e esperança.
Branca

elvira carvalho disse...

Estive aqui esta manhã, escrevi um comentário enorme e quando estava a acabar faltou a luz e o pc desligou-se.
Amiga, tem que ter paciência, o Nuno está numa idade muito difícil, e nisso ele é igual a todos os outros adolescentes. Quantas vezes eu não fiquei desorientada com o meu Pedro e não senti essa vontade de desaparecer. E todas as mães passam por isso. A minha irmã, quando estava desorientada com a filha, sempre dizia. "Tomara que passe já a idade da parvoíce"
Eles sentem que vão passar à vida adulta, vão ter outras responsabilidades, ficam confusos tem medo de não saber o que fazer, de não conseguirem ser o que desejam, de desiludirem os que os amam. O Nuno talvez por uma questão de sensibilidade, ou percepção pode sentir tudo isso em dose dupla, e daí ficar mais difícil para ele e para vós.
Bom que ele teve boas notas.
Um abraço

Zabour disse...

Tens que ter força e não perder a fé. Tudo não passa de uma fase menos boa, relaxa, tudo vai ficar melhor, vais ver.

Beijinhos

Lisa disse...

Olá Paula,

A vida nem sempre é fácil. Tens de te focar nas coisas boas, como por exemplo as notas do Nuno e esperar por dias melhores.

Ofereço-te o meu colinho e estou aqui para ouvir os teus desabafos.
Quando partilhamos com alguém, algo que nos atormenta a dor diminui.

Estou contigo. Rezo por ti.

Beijos carregados de carinho.

Lisa